NOSSOS CURSOS

Conheça o Espaço Longeviver
Promoção

Curso: Testamento Vital | Diretivas Antecipadas de Vontade numa Sociedade que Envelhece

R$ 250,00 R$ 220,00

4x de R$ 57, 76 no Cartão de Crédito

OU

Depósito bancário: 10% de desconto (entrar em contato: cursos@portaldoenvelhecimento.com.br)

 

Datas:

27/03

03/04

10/04

Horário: 19h às 22h
Carga horária: 9 horas (3 encontros de 3 horas)

 

Conteúdo Programático

 

1º ENCONTRO (03 HORAS)
– Entendendo sobre o envelhecimento: uma visão biopsicossocial – visão geral;
– Entendendo sobre Diretivas Antecipadas de Vontade – visão geral;
– Terminalidade da vida: conceitos importantes;
– Autonomia e capacidade;
– Relatos de casos

 

2º ENCONTRO (03 HORAS)
– Desmistificando as Diretivas Antecipadas de Vontade – origem, espécies, previsão
normativa;
– Testamento Vital- objeto, objetivo, previsão normativa, especificidades, vinculação;
– Reflexos judiciais;
– Relatos de Casos;

 

3º ENCONTRO (03 HORAS)
– Elaboração de um modelo de Diretivas Antecipadas por cada um dos presentes.

 

Promoção
Fora de estoque

Curso: Arteterapia para Avós e Netos: Construindo Avosidades (valor por dupla: avô + neto)

R$ 472,00 R$ 395,00

8x de R$ 53,90 no Cartão de Crédito

Aproveite a promoção! R$ 395,00 por dupla, ou seja cerca de R$50,00 por encontro para o avô/avó e seu neto/neta.

 

Datas:

Quartas-feiras:

03/04

10/04

17/04

24/04         

08/05

15/05

22/05

29/05

Horário:  14h30 às 16h
Carga horária: 12 horas (8 encontros de 1h30 horas)

A relação de avós e netos é por si só especial, digna de investimento de tempo para que exista a possibilidade de uma interação atrativa. A Arte é um caminho para fortalecer ainda mais esta relação de Avosidade.
 
Avós e netos em plena construção de afetos fundamentadas pela Arteterapia e suas inúmeras propostas criativas de intervenção: História da Arte (Portinari, Lasar Segall, Tarsila do Amaral…), histórias contadas (contos folclóricos, dos irmãos Grimm, Andersen…) em uma multiplicidade de materiais e fazer artístico.
 
A construção de momentos especiais ao lado de seus netos é o propósito desse curso!

 

Fora de estoque

Workshop: Devemos Temer a Morte?

R$ 40,00

Pagamento: Boleto bancário ou Cartão de Crédito

 

Data:

08/04 – Devemos Temer a Morte?

 

Horário: 13h30 às 16h30
Carga horária: 3 horas

 

Em Devemos Temer a Morte? Veremos trechos de dois filmes: “Sonhos” de Akira Kurosawa (1990) e “O Sétimo Selo” de Ingmar Bergman e trabalharemos o capítulo  “Devo ter medo de morrer?” de Francis Wolff  para refletirmos sobre o medo de morrer em toda sua complexidade:

 

– Do medo em geral
– Do medo da morte e seus paradoxos
– Do medo da morte e seus sentimentos
– A continuidade da alma
– Tentativas de refutação
– Trabalhando a morte no cinema

Promoção

Minicurso: Introdução à Psicologia do Envelhecimento?

R$ 350,00 R$ 250,00

Pagamento: Boleto bancário ou Cartão de Crédito

 

Data:

Sábados

27/04

11/05

25/05

 

Horário: 13h30 às 17h30
Carga horária: 12 horas

 

O envelhecimento é um processo que abrange toda a vida do indivíduo, não se restringindo apenas a velhice, pois se trata de um processo gradativo que tem início com o nosso próprio nascimento. A velhice é uma etapa deste processo que envolve novas perspectivas de vida que, por sua vez, irão gerar modificações na rotina, no estilo de vida, na forma de pensar, sentir e significar a vida. Daí a importância de conhecer o processo para que esta etapa seja melhor compreendida, ressignificada e poder vivê-la com mais qualidade de vida.

 

Programação:

 

I – Aspectos Gerais do Envelhecimento/Desenvolvimento Humano.

                 1.1- O Envelhecimento: é um processo pessoal?

                 1.2- Envelhecimento da homogeneidade para heterogeneidade das vivências.


II – Teorias Psicológicas do Envelhecimento.

 

III- Reflexões sobre o desenvolvimento biopsicossocial do idoso frente às transformações do mundo contemporâneo.

Ateliê Saúde e Bem-Estar – Módulo I: O corpo na contemporaneidade

R$ 200,00

Pagamento: Boleto bancário ou Cartão de Crédito

 

Data:

Quintas-feiras

16/05

23/05

30/05

06/06

 

Horário: 09h às 12h
Carga horária: 12 horas

 

O mundo contemporâneo captura o desejo com impressionante eficiência, produzindo configurações sociais nas quais os valores culturais são cada vez mais produtos de consumo, “consumimos, mais do que bens, formas de vida […] através dos fluxos de imagem, de informação, de conhecimento e de serviços que acessamos constantemente, absorvemos maneiras de viver, sentidos de vida, consumimos toneladas de subjetividade” (Palbert).

Nesse contexto, modelos de subjetivação induzem ao esquecimento de si, à perda de referências e à experiência de desenraizamento. As transformações contínuas e rápidas de paisagens científicas, técnicas, econômicas, profissionais, mentais, os avanços da biologia e da medicina estabelecem a vivência de uma temporalidade acelerada, fazendo surgir organizações estéticas em um ritmo desconectado dos ritmos e sentidos da corporeidade humana.

Esse quadro nos motiva a criar o Ateliê saúde e Bem-Estar que tem como proposta ser um espaço onde possamos refletir sobre questões fundamentais da existência humana e a procurar caminhos para a produção de sentido.

Assim, propomos o nosso primeiro ateliê que tem como tema “O corpo na contemporaneidade” que será guiado pelas perguntas:

 

 

  • Que tipo de corpo a sociedade atual quer criar e quais os efeitos do poder sobre ele?

 

  • Estamos diante do “corpo” ou de “corpos” e, ainda, de que “corpo” afinal se trata?

 

Conteúdo Programático:

 

1º Encontro: Corpo enquanto multiplicidade: composição de forças, afectos e a perspectiva de uma Grande Saúde.

Referências: Nietzsche , Espinosa e Deleuze

 

2º Encontro: O corpo nas malhas do poder: Do poder soberano à biopolítica.

Referências: Foucault.

 

3° Encontro: O corpo nas malhas do poder: variações contemporâneas – sociedade do controle, governamentalidade neoliberal e necropolítica.

Referências: Deleuze , Edson Passetti, Achille Mbembe.

 

4º Encontro: Uma vida: imaginação no encontro do corpo com a arte.

Referências: Christine Greiner, Maria Cristina Franco Ferraz, Gonçalo M. Tavares , Kazuo Ohno, Kuniichi Uno, Artaud.

Práticas Culturais para Idosos: como e quais propor?

R$ 250,00

Pagamento: Boleto bancário ou Cartão de Crédito

 

Data:

Sábados

18/05

01/06

 

Horário: 10h às 17h

Carga horária: 12 horas

 

Será que as ações socioculturais que estão sendo propostas por diversas instituições realmente incentivam as pessoas acima dos 60 a se reinventarem? A lançarem-se em busca de seus desejos? A perceber-se em suas singularidades? A olhar em sua volta…? Quais e que tipos de ações, atualmente, são ofertadas ? O que de fato propõem?

 

Na contemporaneidade, ainda que a velhice tenha alcançado maior visibilidade a questão do envelhecimento ainda é tratada como problema, abordagem que reforça preconceitos. O imaginário social é repleto de mitos e estereótipos que percebem a velhice – e o envelhecer – apenas como período de perdas e carências.

Esta oficina visa dialogar e instrumentalizar especialistas e profissionais da área para projetarem ações socioculturais para que, entre outros contextos possíveis no cotidiano urbano possam, efetivamente, contribuir para a percepção das singularidades, para a experimentação da vida e para construção de pequenas resistências no cotidiano. Todos envolvidos no processo – e, particularmente, especialistas e profissionais da área – têm papel fundamental nessa construção.

Indicadores Sociais e População Idosa na Cidade de São Paulo

R$ 250,00

Pagamento: Boleto bancário ou Cartão de Crédito

 

Data:

Quartas-feiras

22/05

29/05

05/06

12/06

19/06

26/06

 

Horário: 20h às 22h

Carga horária: 12 horas

 

O que são indicadores? O que são indicadores sociais?

Que ferramentas preciso conhecer para entender as demandas desse segmento da população?

Quais estão disponíveis para pesquisas sobre idosos?

 

 

Conteúdo:

  • Definição de indicadores
  • Definição de indicadores sociais
  • Características de um bom indicador
  • Como construir indicadores simples
  • Como construir indicadores sintéticos
  • Como construir um sistema de indicadores
  • Indicadores significativos para compreensão da população idosa
  • Como proceder pesquisas sobre indicadores sobre a população idosa
  • Análise e comparação de indicadores de oferta socioassistencial para a população idosa na cidade de São Paulo
  • Análise e comparação de indicadores de demanda socioassistencial para a população idosa na cidade de São Paulo

Ansiedade e Depressão no Envelhecimento

R$ 235,00

Pagamento: Boleto bancário ou Cartão de Crédito

 

Data:

Sextas-feiras

31/05

07/06

14/06

 

Horário: 14h às 17h

Carga horária: 9 horas

 

O aumento da expectativa de vida da população permite que patologias como a ansiedade, antes identificadas majoritariamente em certos adolescentes e adultos, principalmente, no momento de maior produção econômica da vida, possam ser estendidas à população idosa nos dias atuais. Por vezes, pode-se confundir a depressão com a ansiedade, ou mesmo existirem em comorbidade. Sendo assim, torna-se importante considerar que o idoso também pode sofrer de ansiedade e, saber identificar as principais características dessa patologia e ter elementos para prevenção ou tratamento dessa condição, para assim, auxiliar cuidadores e os próprios idosos no enfrentamento da ansiedade.

 

Conteúdo Programático

  • Conceito e caracterização da ansiedade
  • Identificação da ansiedade
  • Fatores que influenciam o desenvolvimento da ansiedade na terceira idade
  • Implicações da ansiedade na terceira idade
  • Possíveis intervenções junto à população idosa na prevenção e tratamento da ansiedade na terceira idade.