Práticas Culturais para Idosos: como e quais propor?

R$ 250,00

Pagamento: Boleto bancário ou Cartão de Crédito

 

Data:

Sábados

18/05

01/06

 

Horário: 10h às 17h

Carga horária: 12 horas

 

Será que as ações socioculturais que estão sendo propostas por diversas instituições realmente incentivam as pessoas acima dos 60 a se reinventarem? A lançarem-se em busca de seus desejos? A perceber-se em suas singularidades? A olhar em sua volta…? Quais e que tipos de ações, atualmente, são ofertadas ? O que de fato propõem?

 

Na contemporaneidade, ainda que a velhice tenha alcançado maior visibilidade a questão do envelhecimento ainda é tratada como problema, abordagem que reforça preconceitos. O imaginário social é repleto de mitos e estereótipos que percebem a velhice – e o envelhecer – apenas como período de perdas e carências.

Esta oficina visa dialogar e instrumentalizar especialistas e profissionais da área para projetarem ações socioculturais para que, entre outros contextos possíveis no cotidiano urbano possam, efetivamente, contribuir para a percepção das singularidades, para a experimentação da vida e para construção de pequenas resistências no cotidiano. Todos envolvidos no processo – e, particularmente, especialistas e profissionais da área – têm papel fundamental nessa construção.

Veja sua lista de desejos!
Comparar
Categoria

Descrição

 

Objetivos :

Instrumentalizar – por meio de reflexões e conhecimentos técnicos, recomendações e orientações – sobre como e que tipo de práticas culturais proporem aos idosos.

 

Quando?

Sábados

18/05

01/06

 

Horário: 10h às 17h
Carga horária: 12 horas

 

Docentes

Celina Dias Azevedo

Doutora em Ciências Sociais, Mestre em Gerontologia, pela PUC SP. Docente da Disciplina Envelhecer na contemporaneidade. Especialista em Gestão de Programas Intergeracionais pela Universidade de Granada. Atua no Sesc São Paulo há 32 anos, nas ações voltadas aos velhos.

 

Rosângela Barbalacco

Jornalista, pós-graduada em História da Arte, pela Belas Artes. Graduada no curso de Formação de Terapeutas Clínicos e Organizacionais pelo Instituo Cochicho das Águas e em Gestão Cultural pelo Centro de Pesquisa e Formação do SESC.

 

Público alvo

Estudantes e profissionais que atuam com o público idoso

 

Vagas
Máxima: 20 pessoas

 

Certificado será encaminhado após a conclusão do curso

 

Local:

Espaço Longeviver: Avenida Pedro Severino Junior, 366 – Sala 166 – Vila Guarani

Próximo ao metrô Conceição – linha azul

 

Contato

cursos@portaldoenvelhecimento.com.br

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Apenas clientes logados que compraram este produto podem deixar uma avaliação.