O filme “Uma casa à beira mar” nos ensina: rever o passado facilita entender o presente e projetar-se no futuro. Foi o que aprendemos no dia 28 de agosto em mais uma sessão de cinema e debate Itaú Viver Mais, projeto desenvolvido especialmente para pessoas com mais de 55 anos, em seis estados brasileiros: São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Curitiba, Brasília e Salvador.

O nome original do filme é “La Villa”, dirigido por Robert Guédiguian, com estreia em 2017, e que competiu no Festival de Veneza, e também no de Toronto, do mesmo ano. Nesta trajetória de festivais, La Villa conquistou dois prêmios e foi indicado a outros dois. Os prêmios que ele recebeu foram no Festival de Cinema de Veneza: o Prêmio SIGNIS e o Prêmio UNIMED, ambos para o diretor Robert Guédiguian.

Tags:
X